A Necessidade de Termos uma Vida Santa

A Necessidade de Termos uma Vida Santa
Lição 9 - 27 de Agosto de 2017
Texto Áureo: “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver." (1 Pe 1.15)
Leitura Bíblica em Classe: 1 Pedro 1.13-22

Introdução: O que é santo não pode ter comunhão com o que é impuro. Essa é uma lógica, a qual muitos cristãos não querem se dar conta. O cristão foi salvo para viver em completa santificação, pois sem ela ninguém verá o Senhor. O apóstolo Paulo disse que podia fazer todas as coisas, mas nem tudo lhe convinha a fazer, ensinando assim que tudo em nossas vidas devem passar como num filtro, para não estarmos misturados com as impurezas mundanas. De uma fonte não pode sair água doce e água salgada, assim como nós; ou estamos numa condição boa, ou numa má diante de Deus. É um direito de escolha pelo nosso livre arbítrio. “Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda. E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:11,12

UMA VIDA SANTA EXIGE PUREZA EM MEIO A CONTAMINAÇÃO

1) A mente disciplinada e equilibrada são condicionais para um dia ver Cristo
1 Pedro 1.13 Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo;
A nossa mente deve estar voltada para o tempo futuro, tendo as nossas ações e decisões visando esse tempo nutrindo uma esperança de que vamos ver Jesus. Para isso precisamos ter uma mente disciplinada andando de acordo com essa realidade e nos desvencilhando de tudo que provoca atrasos em nosso desenvolvimento espiritual. Se vivermos voltados para essa expectativa teremos mais motivações em levar uma vida de obediência no tempo presente, pois isso é condicional para que essa expectativa venha se tornar uma realidade. Devemos ter sobriedade e equilíbrio nesse mundo cheio de ciladas, principalmente porque satanás anda sempre nos rodeando tentando nos tragar para o mundo. (Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. 1 João 3:2).
2) Quem quer ver Cristo não pode se amoldar aos prazeres do mundanismo
1 Pedro 1.14 Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância;
Os incrédulos são desprovidos de qualquer compreensão espiritual, pois tem um entendimento cegado por satanás e isso faz com que se entreguem a um modo de vida pecaminoso. Já fomos assim até o momento que nos convertemos a Cristo, portanto agora como participantes da natureza divina não podemos mais ser como uma porca lavada, que volta ao espojadouro de lama nos associando ao mundo dos incrédulos. Para mantermos o nosso processo de salvação em curso precisamos viver em santidade e obediência aos preceitos divinos, se quisermos herdar a vida eterna com Cristo.
3) Quem se inclina aos prazeres mundanos não tem vida separada para Deus
1 Pedro 1.15 Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
Fomos salvos do mundo pecaminoso pela graça divina e isso é o maior privilégio, porém tudo isso envolve responsabilidade. Não fomos nós que O escolhemos, e sim Ele que nos escolheu, e nos escolheu para sermos santos e irrepreensíveis perante Ele. Uma vez que o Deus Santo nos chamou para si, nós conscientemente devemos ser santos, isto é, separados das coisas mundanas, porque sem a santificação ninguém verá o Senhor. Devemos ser santos em tudo o que fazemos, de modo que o que fizermos venha refletir a santidade de Deus.
4) Uma vida separada para Deus exige estar apartado da aparência do mal
1 Pedro 1.16 Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.
É vivendo guiados pela palavra de Deus é que podemos experimentar as suas bênçãos em nossa vida. Toda nossa mente, vontade e emoções devem ser controladas pela Sua palavra para podermos viver uma vida de santificação. Para podermos nos manter puros nesse mundo contaminado é preciso sempre estar consultando a palavra de Deus, pois nela encontramos preceitos, princípios, promessas e muitos exemplos de personagens bíblicos para nos orientar em nossa caminhada. Deus é santo e só podemos ter um relacionamento espiritual com Ele, se vivermos em santidade. ( Abstende-vos de toda a aparência do mal. 1 Tessalonicenses 5:22).
5) A aparência do mal deve e pode ser evitada quando andamos em temor
1 Pedro 1.17 E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação,
Os olhos do Senhor estão sobre todos como está escrito: Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons. Provérbios 15:3. Ele é o Deus que tudo sabe e a tudo vê. Vendo o bem que está sendo feito, Ele recompensará, e vendo o mal que é praticado, Ele punirá o culpado. Muitos querem andar dissolutamente sem qualquer temor, mas no momento que algo ruim acontece fica santinho de uma hora para outra e corre para buscar o socorro em Deus, como se Ele não soubesse da sua hipocrisia. Se quisermos ter acesso a Deus é necessário uma vida de reverência diante dele para alcançarmos o seu favor.
6) Andar em temor é mudar de vida e consciência que foi pago um alto preço
1 Pedro 1.18 Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais,
A nossa vida antes de aceitarmos a Cristo como o nosso Salvador era uma vida vazia. De várias maneiras buscávamos preenche-la por vários meios, onde alguns superficialmente nos davam sensações de felicidade, quando na verdade era algo vazio e miserável. Na realidade a nossa vida não tinha sentido algum, porque éramos escravos do pecado, porém seria necessário que alguém pagasse um alto preço para sermos libertos. Foi difícil entender que Cristo pagou com a sua vida o preço desse resgate e não foi com ouro, ou com prata, mas com o seu sangue precioso derramado na cruz, por nós pecadores.
7) O alto preço foi o sangue precioso que nos tirou da escravidão do pecado
1 Pedro 1.19 Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado,
Jesus é o Cordeiro de Deus testificado por João Batista, na ocasião em que se apresentou para ser batizado. A morte de Cristo não foi um acidente como alguns podem imaginar, mas foi o cumprimento de um plano predestinado por Deus antes da fundação do mundo. Também não foi um cruel assassinato realizado na cruz do calvário e sim uma entrega sacrifical totalmente voluntária movida pelo grande amor de Deus para propiciar a nossa salvação.
8) Fomos livres do pecado porque fomos alcançados pelo Seu grande amor
1 Pedro 1.20 O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós;
Jesus veio para os seus, mas os seus não o reconheceram, embora no A.T. Ele tenha sido profetizado, tipificado, simbolizado em linguagens figuradas, e se manifestando em teofanias, isto porque havia uma cegueira espiritual de Israel que eram os portadores dos oráculos divinos. O decreto divino para a vinda do Seu Filho ao mundo como o Salvador da humanidade foi feito antes da fundação do mundo. Antes do começo do tempo chronos, só havia a eternidade e Jesus foi manifestado como sendo o Redentor que sempre esteve com Deus anteriormente. Sua manifestação física veio através do seu nascimento, pelo testemunho do próprio Pai, pelas suas palavras e pela sua ressurreição entre os mortos. Tudo isso aconteceu nesses últimos tempos para que a luz se manifestasse num mundo de trevas e o homem saísse da obscuridade e ter a esperança de salvação.
9) Conhecemos o Seu grande amor por termos crido que Ele ressuscitou
1 Pedro 1.21 E por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos, e lhe deu glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus;
Cristo foi proclamado a todo o mundo como o Filho de Deus por meio da ressurreição dos mortos, sendo elevado aos céus, já coroado de glória e honra e revestido de todo o poder no céu e na terra voltando a ter a glória que tinha antes de o mundo existir. A sua vitória sobre a carne, o mundo e o diabo, nos proporcionou o direito de sermos redimidos e reconciliados com Deus para uma vida de fé e esperança, a causa das quais é Ele, o Senhor e Salvador Jesus Cristo, o nosso mediador junto ao Pai.
10) Ele ressuscitou para nos ressuscitar e vivermos em amor e santidade
1 Pedro 1.22 Purificando as vossas almas pelo Espírito na obediência à verdade, para o amor fraternal, não fingido; amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro;
A palavra de Deus é um agente purificador ofertado a todos que a buscam de verdade. Muitos são ouvintes esquecidiços que ouvem a verdade, mas nunca são purificados por ela, porque tem comichão nos ouvidos preferindo as fábulas e nessa condição não são purificados como deveriam ser. A palavra de Deus é o grande instrumento de purificação do pecador e quem não se submete a esse processo de purificação continua com uma vida cheia de impurezas e manchas poluentes que só podem ser removidas pelo poder da palavra. O Espírito Santo faz todos os esforços para que essa purificação aconteça, porém Ele não força ninguém a isso, pois esse é um processo que exige a nossa inteira disposição em desejar que isso ocorra. Não por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito diz o Senhor. Sem uma alma purificada não existe o amor verdadeiro, pois o amor verdadeiro sem qualquer fingimento exige essa purificação, que envolve o nosso aperfeiçoamento espiritual.

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale com o Pastor Adilson Guilhermel

Google Analytics