A igreja de Cristo

A Igreja de Cristo
Lição 8
- 20 de Agosto de 2017
Texto Áureo:
Mateus 18.20
Leitura Bíblica em Classe:
I Coríntios 12.12-20,25-27
Introdução: A unidade na Igreja só será consolidada se houver humildade entre os irmãos, pois onde não há isso, o resultado será apenas a desarmonia que prejudicam todo o corpo da igreja local. Uma vida de mentiras não consegue e jamais conseguirão enganar o Espírito Santo. Seria bom que não houvesse hipócritas na igreja de hoje, pois a hipocrisia contribui para a desintegração da Igreja. Assim entendemos que o amor e a verdade são essenciais, desde que ambos caminhem juntos.
A IGREJA DE CRISTO UNIDA, JAMAIS SERÁ VENCIDA
1) A igreja é harmoniosa quando há a unidade na diversidade do corpo
1 Coríntios 12.12 Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.

O apóstolo Paulo faz uma comparação do corpo humano com o corpo de Cristo que é a igreja. Cristo é o cabeça desse corpo espiritual que é a igreja, e assim como o corpo humano tem muitos membros e cada um desses membros está posicionados em nosso corpo mostram que cada membro do corpo depende do outro para que esse corpo funcione com perfeição. Se um desses membros do nosso corpo estiver defeituoso, todo o corpo é prejudicado. Assim comparativamente é o corpo de Cristo, o qual é a igreja, pois se um dos membros, no caso o crente no sentido individual estiver em desarmonia certamente todo o corpo será prejudicado. Todos os membros desse corpo espiritual, embora sejam muitos, é um só corpo, pois cada membro tem uma função distinta, que deve contribuir para o funcionamento do corpo inteiro.
2) O corpo funciona quando não há divisões e estamos cheios do Espírito
1 Coríntios 12.13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.

Todos nós fomos batizados no momento da nossa conversão e esse batismo é chamado de batismo espiritual, pois retrata o sepultamento da velha criatura e o ressurgimento da nova criatura. Muitos confundem o batismo nas águas com esse batismo da conversão. O batismo nas águas é a testificação que o novo converso é submetido para retratar simbolicamente a sua conversão. Nesse corpo espiritual que é a igreja, não há acepção de pessoas, pois após a cruz foi instituída a dispensação da graça divina para todos que quiserem ser salvos em Cristo.
3) Quando o corpo esta cheio do Espírito, todos sabem qual é o seu lugar
1 Coríntios 12.14 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. 1 Coríntios 12.15 Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? 1 Coríntios 12.16 E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo? 1 Coríntios 12.17 Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?

Todo corpo é um organismo vivo que precisa estar com as suas variadas partes totalmente coordenadas para poder funcionar produtivamente em toda sua diversidade. A igreja de Coríntos havia sido abençoada com diversidade de dons e talentos espirituais e assim como o corpo humano, com seus vários membros, foi criado para funcionar bem, assim a igreja coríntia, com sua diversidade de dons dada a seus membros também deveria ter um desempenho harmonioso, coisa que não estava acontecendo entre eles. Como a harmonia do corpo humano deve ser harmoniosa em suas variadas partes, assim para a glória do corpo de Cristo deve ser na diversidade de dons entre seus membros.
4) Quando todos sabem qual é o seu lugar, o corpo fica fortalecido e unido
1 Coríntios 12.18 Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.

Deus projetou o corpo humano para funcionar apropriadamente, dentro de uma unidade, ou seja, um dependente do outro. Embora marcado e prejudicado pelo efeito do pecado, o corpo humano ainda continua sendo sempre o resultado da maravilhosa obra do nosso Criador. Assim também para o corpo espiritual, o qual é a igreja, Deus distribui os dons espirituais de acordo com o seu plano na vida de cada crente. Para realizar os seus propósitos nas vidas a qual Ele redimiu. Se o crente ainda não tem um dom espiritual é porque não se dispõe verdadeiramente a se voluntariar para a sua obra. Todos têm direito a receber dons espirituais para que ninguém fique ocioso e sem qualquer préstimo para fazer a obra de Deus.
5) A unidade é essencial e se fortalece, quando todos cuidam uns dos outros
1 Coríntios 12.19 E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? 1 Coríntios 12.20 Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo. 1 Coríntios 12.25 Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.

A diversidade de dons espirituais é essencial para que cada um receba o dom de acordo com a sua vocação e empenho, a qual Deus conhece para a distribuição dos dons para aquilo em que podemos ser úteis a igreja. Se fosse um só dom, um não precisaria do outro e não haveria a unidade e harmonia necessária para o corpo funcionar dentro da vontade de Deus. Assim somos um só corpo, mas cada membro com a sua funcionalidade. A inatividade de alguns membros faz com que estejam espiritualmente atrofiados e essa atrofia resulta em estagnação espiritual. Há membros que só observam a atividade daqueles que são fiéis e produzem, mas ao invés de imitarem o exemplo desses, só sabem criticar aqueles que fazem diferença na obra. Deus não se esquece de ninguém na distribuição dos dons espirituais e só não recebem aqueles que não querem compromisso com a sua obra. Deus criou o corpo humano por sua conta próprio sem consultar ninguém para isso, portanto o homem não tem poder algum para determinar a composição de seu próprio corpo. Deus é o oleiro, e Ele faz do barro o que ele quer e não o barro que vais dizer ao oleiro como quer ser feito. Deus tem autoridade absoluta sobre o corpo humano, e da mesma forma ele mistura os componentes, ou seja, os dons espirituais a quem Ele quer sem acepção alguma. É com essa combinação das muitas partes do corpo, que é a igreja, que ela vai ter força e beleza espiritual, sem qualquer divisão dentro do corpo.
6) Ter cuidado um com o outro é estar junto tanto na alegria e na tristeza
1 Coríntios 12.26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.

O efeito genuíno dos dons espirituais é demonstrado quando há o cuidado entre um e outro. Assim quando um sofre algo, todo o corpo sofre conjuntamente, quando alguém testemunha uma bênção, todos se alegram junto com ele. É isso entre outras coisas que traz a comunhão verdadeira, a qual satisfaz o Senhor Deus. Assim a igreja corpo chora com os que choram e se alegra com aqueles que se alegram. O corpo de Cristo dotado de várias partes deve desempenhar funções para o bem-estar de todo o corpo.
7) Estar juntos na alegria e na tristeza é uma demonstração de maturidade
1 Coríntios 12.27 Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.

Fomos chamados para sermos santos e devemos viver uma vida de santidade contínua. Para isso também no sentido de corpo, ser santo é também viver em comunhão entre os irmãos, sem discussões, divisões, rebeliões e outras coisas que são degradantes e afetam todo o corpo de Cristo, que é a igreja. Cada cristão que busca e se empenha na obra tem o dom, ou dons, que lhe foi designado pelo Senhor, o qual é necessário para as suas funções no contexto de obra. Alguns dons são de maior relevância do que outros, mas isso não significa a pessoa seja maior que a outra por possuir esse, ou esses dons. A unidade da igreja e a diversidade devem estar harmonizadas para que haja maturidade impregnadas de amor. Assim devemos usar os nossos dons, ou dom, para servir uns aos outros.

Elaborado pelo Pastor Adilson Guilhermel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale com o Pastor Adilson Guilhermel

Google Analytics